Aeroporto de Dublin

É fato que assim que começar planejar seu intercâmbio, duvidas (e pavor) com a imigração andaram ao seu lado, meu objetivo hoje não é detalhar sobre leis e afins, mas tentar te tranquilizar e deixar seu caminho o menos complicado possível ao chegar aqui na Ilha Esmeralda.

Logo no desembarque você passará pela imigração, uma checagem “rápida”, mas rigorosa da sua documentação. Respire fundo e se você não foi agraciado por um passaporte vermelho dirija-se as cabines Non-EU

Abaixo algumas dicas super simples que deixaram sua passagem pela imigração mais tranquila (isso vale para o aeroporto, okay?)

  • Com pelo menos 2 meses de antecedência, verifique se esta com toda documentação exigida para entrar no país. O básico são: passaporte, carta da escola, carta da acomodação, comprovação financeira, passagem de volta para o Brasil e seguro de saúde governamental, todos esses são obrigatórios (isso falando baseado na entrada de estudante no país).
  • Faça esse check-list sempre quando se sentir inseguro e não se esqueça de ler todas as informações e seus dados, uma simples letra errada pode te trazer grandes dores de cabeça.
  • Traga todos os documentos na sua mala de mão e de preferência em uma pasta separada. Quanto mais organizado e ágil você for, menos perguntas serão feitas.
  • Sim, a primeira passagem pela imigração logo no desembarque, antes mesmo de você pegar suas malas e provavelmente irão fazer algumas perguntas, venha preparado, treine isto em inglês. Normalmente são perguntas como: Quando suas aulas começam? Qual é a sua escola? Por quanto tempo você vai ficar na Irlanda? – Lembrando, meus queridos, que depende de agente para agente. Para mim não perguntaram nada, mas para o meu namorado foi um pequena entrevista. Tente não ficar apavorado, tudo é mera precaução e se não entender o que dizem, peça para que repitam mais devagar.

Todos os dias milhares de pessoas entram e saem da Irlanda, deixe o JEITINHO BRASILEIRO, fora daqui e de qualquer lugar que você for passar. Não tente mentir, trazer o que não deve nas malas ou burlar qualquer regra. Você poderá destruir seu sonho antes mesmo dele começar.

Uma coisa que fiz e me ajudou MUITO antes de chegar aqui é olhar no google o máximo de imagens e trajetos possíveis por onde eu passaria nos meus primeiros dias. Isso me ajudou a não chegar apavorada ou extremamente vislumbrada com tudo a ponto de esquecer os detalhes burocráticos. Com isso não tivemos nenhum tipo de problemas, nem na imigração, nem com acomodação ou conta do banco.

Então respire fundo e vem 🙂

 

Advertisements