PPS Number

Vamos falar de regras um pouquinho, afinal a vida não é só pint e compras na Pennys, my dear! Se ainda não ouviu falar do famoso PPS Number, você vai ouvir e vai entender porque ele é tão necessário assim que chegar na Ilha (SE você quiser trabalhar, of course)

PPS = Personal Public Service 

Para entender melhor, o PPS é bem parecido com o nosso CPF no Brasil, já que ele é um numero usado para se obter benefícios da assistência social, carteira de habilitação e o principal: TRABALHAR LEGALMENTE NA IRLANDA.

Seria incrível chegar na ilha e obter um cartãozinho desse facilmente, mas não, o governo não facilita tanto assim e você precisa se enquadrar em algumas situações, como:

  • Ter uma carta com uma oferta de trabalho
  • Candidatar-se para tirar a carteira de motorista
  • Marcar seu casamento na Irlanda (com europeu ou não)
  • Ou ser cidadão europeu (dããh)

 

Lembrando que o PPS é exigido principalmente pelas empresas, ou seja, ele não altera em nada a obtenção do seu visto. A parte chata é que muitas (reforço: MUITAS) empresas simplesmente não te dão trabalho, pois você não tem PPS, acreditam que esse processo é demorado e você não poderá começar trabalhar sem registro. Isso dificulta um pouco as coisas, mas vamos seguir.

E como eu obtenho o PPS se me enquadrar em alguma categoria? 

Tenha em mãos: Passaporte, Comprovante de Residência e o motivo pelo qual precisa do PPS (Habilitação, casamento ou carta do empregador). 

Tudo em mãos faça o cadastro e agende um horário no MyWelfare website.

mywelfare_post

Agora é só esperar, seu PPS chegará na sua casa via correio em um prazo aproximado de 5 dias.

Lembrando que o PPS não é emitido para visto de turista. Você precisa ter permissão para trabalhar para solicitar o documento, okay? Então só reforçando: cursos com 25 semanas ou mais dão direito ao trabalho = 20h de trabalho por semana durante o período letivo e 40h durante as férias. Em outro post, vou falar um pouquinho mais sobre os tipos de visto na Irlanda, não se preocupe 😉

Palavra do coração ❤ seja honesto e não caia em enrascadas como “falsificar carta de empresas”, inventar motivos ou algo do tipo. Se quer que o bem volte pra você, haja da maneira correta, tenha argumentos para conseguir a carta e paciência. A vida te devolve aquilo que você dá pra ela.

See u soon guys! xoxo

 

 

Advertisements

Trabalhar é preciso, I know.

Um pouco antes de vir para a Irlanda sai do meu tão amado emprego no Brasil, mas amado de verdade. Uma multinacional na qual eu realmente acreditava nos valores, nas ideia, nos projetos, eu respirava aquela empresa. Então porque fui embora e larguei tudo?

Para responder essa perguntar, as vezes, eu preciso pensar novamente. A primeira resposta: Eu precisava melhorar meu inglês se quisesse continuar uma carreira em uma multinacional. Porém, a realidade é no fundo eu queria uma vida diferente, uma cultura nova, um lugar seguro para começar minha família, mas pensar em nunca mais voltar para o Brasil me dava arrepios (e ainda dá).

Ahh como é difícil sair de casa e pensar que vamos fazer uma limpeza, cuidar de crianças, trabalhar em restaurantes lotados, não desmerecendo esses jobs, mas para quem já conheceu o outro lado da moeda, realmente não é fácil.

Dia após dia eu tento melhorar meu inglês e me adaptar as reais necessidades do mercado estrangeiro, faço cursos on-line pagos ou não, converso com especialista, olha e aplico para vagas todos os dias, mas para quem é de Humanas, ou você tem inglês fluente ou “volte mais tarde”.

Anyway, a dica é para que você nunca pare de sonhar e procurar formas de crescer, isso fará diferença na sua vida em qualquer lugar do Mundo. Já pensei em desistir, mas me apego as coisas boas que acontecem todos os dias e isso faz toda a diferença.

Prepare-se para subempregos, prepare-se para tudo! Seja realista, seja sonhador e torça também para que em breve eu possa postar novas noticias sobre my new job in Ireland.

Have courage and be kind 🙂